sábado, 6 de junho de 2015

Conectado

Não quero agradar o teu cérebro
Quero espetá-lo
Remexê-lo
Fazendo-o dançar

E dançando juntos
quem sabe
podemos entender nossos passos
E seguir a musica
que ouvimos diferente
Vamos completar nosso pensamento
E compôr um quadro
no espaço palco

Nosso amor é opaco
Nossos predicados
e sujeitos se encaixam
Afinal, quando queremos
somos um
e as cutucadas são
neurônios se ligando.

Um comentário:

  1. Oi Rebeca,
    Adorei o jogo com as palavras. Parabéns!
    Abraços,
    Renata

    ResponderExcluir