sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Fugi

Hoje acho que consegui fugir. Foi lindo. Via um pouco de liberdade, sentia o vento em meu cabelo, o calor em meu rosto.
Foi bom fugir, sair de casa e andar de bicicleta, parecia que perto da Baia de Guanabara o mundo acabava, só sobrava eu e esse cidade maravilhosa.
Sentar naquela grama, esquecer de toda a futilidade do mundo, fiquei alí, junto aos pescadores apreciando o reflexo do sol na Baia. Parecia que ela era a minha melhor amiga e a minha bicicleta também.  Só consigo dizer que foi bom, mas não consigo descrever essa sensação de solidão que eu precisava, ficar apenas com a natureza e mais ninguém. Só me preocupava em que marcha colocar. Minha única preocupação era não cair e caí e foi bom, me levantei o continuei a pedalar como se nada acontecera.
Saudade dessa sensação que não terei tão cedo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário